Área ocupada por pataxós sofre ataque de pistoleiros; índio é baleado

Homens armados invadiram uma fazenda ocupada por índios pataxós e disparam vários tiros, no fim da madrugada desta sexta-feira, 25 de outubro.

O atentado, registrado em uma área nas proximidades da estação da Ceplac, no município de Santa Cruz Cabrália, deixou um indígena ferido. Professor na comunidade, José Marcos Rodrigues da Silva, 30 anos, foi atingido na clavícula e está internado no Hospital Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro.

O presidente da Associação da Aldeia Aroeira, Caruan Pataxós, declarou ao RADAR 64 que eram em torno de cinco bandidos que estavam em uma caminhonete vermelha, marca Mitsubishi. Após perguntarem pelo cacique, os pistoleiros teriam disparo em torno de oito tiros, informou Caruan.

Policiais federais estiveram no local esta manhã e recolhendo diversos projéteis que podem ser de pistola calibre 9 milímetros.

Segundo Caruan Pataxó, a área de quase 2.300 hectares, pertencente ao fazendeiro Lino Rosa, foi ocupada por aproximadamente 200 índios há 10 dias.

O líder pataxó informou ainda que, recentemente, o Ministério da Justiça tornou a área território de ampliação indígena. Mas, mesmo antes da assinatura do decreto pela presidente Dilma os pataxós resolveram ocupar o local. Fonte: Radar64