Ainda é um mistério crime contra “Neguinho do Táxi”

Continua sem esclarecimento o assalto seguido de homicídio tentado contra Gerson Pereira Silva, de 62 anos, mais conhecido por “Neguinho do Táxi”, que foi contratado por um casal na última sexta-feira (11), para fazer uma corrida do Terminal Rodoviário de Itamaraju até a cidade de Teixeira de Freitas.

Imagens do sistema de videomonitoramento podem ajudar na identificação dos criminosos
Imagens do sistema de videomonitoramento podem ajudar na identificação dos criminosos

Antes mesmo de chegar ao ponto final da viagem, o casal contratante da corrida abordou o taxista itamarajuense e anunciou o assalto. O crime aconteceu nas imediações da ponte sobre o Rio Itanhém, distante poucos metros da área urbana de Teixeira de Freitas e supostamente ao notar que o assaltante que estava ao seu lado seria o mais perigoso, o profissional teria tentado agarrá-lo, quando a comparsa do criminoso que era transportada no banco traseiro sacou uma faca e desferiu um extenso golpe na região do pescoço de “Neguinho”, esse que ainda foi esfaqueado no abdômen, braços e pés, supostamente quando o mesmo tentava se defender do ataque.

Dominado pelos assaltantes o taxista foi jogado pra fora do seu veículo, um Chevrolet Prisma, de placa de aluguel OUV-9598, cor branca, licenciado de Itamaraju, quando caiu numa ribanceira que fica na cabeceira da ponte do Rio Itanhém, numa localidade conhecida como Prainha. Mesmo bastante ferido “Neguinho do Táxi” conseguiu escalar o barranco e às margens da rodovia BR-101 começou a pedir socorro. Vendo o desespero da vítima à beira da pista um motorista que passava no momento parou e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que socorreu “Neguinho” até o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas.

Sem solução

Até o início da noite desta segunda-feira (14), cerca de 48 horas após o crime, a polícia não conseguiu nenhuma pista que pudesse levá-la aos criminosos, que além do carro do taxista, ainda roubaram seus documentos, o celular e a quantia de R$ 6,6 mil que estava no interior do veículo. A vítima não possui conta em banco e por isso guardava o dinheiro fruto de meses de trabalho.

Na tarde desta segunda-feira (14) o veículo do taxista foi encontrado pela polícia abandonado próximo de onde aconteceu o assalto. Isso reforça a hipótese que os criminosos tenham voltado ao lugar e deixado o carro para não chamar atenção das forças de segurança. Pelo local que o carro foi localizado também fica reforçada a possibilidades do casal de assaltantes ser da cidade de Teixeira de Freitas.

Câmera

Informações obtidas pelo Teixeira News nesta segunda-feira (14), dão conta que a Praça Castelo Branco, no centro de Itamaraju, local onde o casal de assaltantes contratou a corrida, é filmada 24 horas através do serviço de monitoramento da Polícia Militar. Uma das câmeras posicionada para a área do ponto de táxi pode ter captado imagens dos dois criminosos. A censura do equipamento está sendo analisada e se for notada alguma cena que possa identificar os assaltantes, deverá ser entregue imediatamente à Polícia Civil. O caso segue sendo investigado através de um esforço conjunto de policiais civis de Itamaraju e Teixeira de Freitas. (Por Ronildo Brito)