Adversária de Janot deve ser indicada de Temer à PGR, diz colunista

Subprocuradora Raquel Dodge é a mais cotada entre a listra tríplice elaborada pela categoria

A subprocuradora Raquel Dodge é o nome mais forte para assumir a Procuradoria-Geral da República (PGR), indicada pelo presidente Michel Temer. As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo

O nome de Rachel consta na lista tríplice elaborada por procuradores. Caso seja escolhida, ela será a primeira mulher à frente da PGR. A subprocuradora seria, também, adversária do atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Existe a possibilidade, porém, de que Temer indique alguém fora da lista feita pelos próprios procuradores. Por meio de nota, o presidente se comprometeu a indicar o nome mais votado pela categoria, mas, na avaliação da colunista, pode mudar de ideia caso o candidato escolhido desagrade o Planalto.