Adolescente sofre tentativa de homicídio na Festa do Trabalhador

Tentativia de homicídioTeixeira de Freitas: Por volta das 21h40, de quinta-feira, 01 de maio, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada através da Central, para verificar uma tentativa de homicídio, ocorrida na Av. Marechal Castelo Branco, em frente ao Supermercado Faé, no Centro da cidade, onde acontecia uma festa em comemoração ao Dia do Trabalhador. Chegando ao local, os militares confirmaram a informação e tomaram as primeiras providências. A vítima trata-se de um adolescente de 17 anos.

Segundo informações do adolescente, o acusado chegou do nada, empurrou a namorada dele, e lhe perguntou o que ele queria. “Eu disse que nada, ele sacou de um revólver, apontou para minha cabeça e em um impulso de defesa, consegui correr diante da multidão, e ouvir que o cara tinha atirado”, disse o adolescente. Ainda segundo o menor, ele achou que não havia sido atingido e continuou correndo, mas percebeu o sangue e começou a sentir dor. Momento que foi ajudado por pessoas.

A vítima foi atingida no ombro e socorrida ao Hospital Municipal, onde foi feito os procedimentos médicos e em seguida a liberação. A polícia agiu prontamente e diante das características do atirador, conseguiu localizá-lo e prendê-lo. O acusado foi conduzido para a delegacia e apresentado ao delegado titular, Dr. Marco Antônio Neves. A PM não conseguiu localizar a arma porque o acusado estava com outros comparsas e deve ter entregado o revólver para um deles.

O acusado foi identificado como sendo, Deivid Gonçalves dos Santos, 19 anos de idade, morador da Rua Fernandes Dias, no Bairro Liberdade I. O Deivid nega ter atirado na vítima e disse que não possui arma. Mas, ele foi reconhecido pela vítima e por mais duas pessoas que estavam próximas ao acontecido. Após o reconhecimento das vitimas e oitiva dos policiais, o delegado autuou o acusado por crime de homicídio tentado, com base no art. 121 do Código Penal.

O delegado solicitou ao Departamento de Polícia Técnica, um exame de chumbo particulado, para pesquisa de componentes de chumbo e pólvora nas mãos do Deivid. O exame será encaminhado para o Laboratório Central em Salvador e o laudo ficará pronto nos próximos dias. O acusado vai continuar preso à disposição da justiça. Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews