“Leozinho” é executado com 6 tiros na rua do Conjunto Penal de Teixeira

Como sempre fazia todas as noites, já que era detento do semiaberto, Leonardo Jesus Santos, o “Leozinho”, de 29 anos de idade, caminhava a pé na rua Nova América, bairro Eixo Sul, via de terra que dá acesso ao Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF), onde pernoitaria e sairia novamente para trabalhar na manhã  deste sábado, dia 23 de agosto. Mas antes mesmo de chegar ao presídio, segundo testemunhas, foi abordado por dois elementos numa moto, esses que aproximaram-se e um deles sacou uma arma de disparou várias vezes em sua direção. Na sequência os assassinos fugiram em alta velocidade.

leozinhodSegundo acaba de informar o delegado Kleber Gonçalves, titular de Teixeira de Freitas, “Leozinho” era oriundo de Medeiros Neto e acabara preso na época por sua equipe, quando ele estava à frente da Polícia Civil daquele município. No corpo da vítima os peritos do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), constataram seis perfurações de arma de fogo, principalmente na cabeça e tórax. Um dos disparos acertou a testa da vítima, que teve morte instantânea.

Ainda de acordo com o delegado Kleber Gonçalves, nenhuma hipótese pode ser descartada para a ocorrência do homicídio, mas as investigações partem com duas linhas iniciais, sendo vingança ou disputa pelo tráfico de entorpecentes. A vítima havia sido condenada por homicídio. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)